relacionamento@youcare.com.br
Newsletter
Inscreva-se para Cadastros do Site
* = campo obrigatório

powered by MailChimp!
Blog

21 Mar, 2017

“O Papel e o Futuro do Diagnóstico na Saúde Suplementar – Tendências” – Entrevista com Fábio Arcuri

A CBDL (Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial) iniciou a comemoração de 25 anos de fundação e a sócia diretora da You Care Daniela Camarinha conversou com o seu presidente Fábio Arcuri a respeito do surgimento da entidade, objetivos, desafios, participação no ambiente regulatório (ANVISA) e as atividades principais para este ano, incluindo encontro inédito no dia 30 de março sobre “O Papel e o Futuro do Diagnóstico na Saúde Suplementar – Tendências”.

YC: Conte-nos um pouco sobre a CBDL e os desafios para os próximos anos. Especifique em relação à saúde suplementar e pública.

Fábio Arcuri: Os desafios são muitos. Ao falarmos de incorporação tecnológica, por um lado, deparamos com questões sanitárias e econômicas. Novas tecnologias/produtos podem ter uma entrada tardia no mercado nacional dada às dificuldades que o setor enfrenta para obter os certificados de boas práticas de fabricação (quando necessário), ao mesmo tempo o mercado tem dificuldade em incorporar os custos eventuais das tecnologias embarcadas.

Quanto maior e melhor for o investimento em diagnósticos, menores serão os custos relacionados à internação e ao tratamento. A medicina, preventiva e, a personalizada, são dois bons exemplos que conciliam melhora significativa na qualidade de vida e redução nos custos totais na cadeia de saúde.
Embora as dificuldades sejam muitas elas não impedem que a CBDL tenha um olhar estratégico sobre o setor. Procuramos levar propostas regulatórias efetivas aos agentes reguladores. Igualmente, em parceria com outras entidades apresentamos propostas que visam integrar o Brasil na cadeia produtiva de produtos diagnósticos in vitro.

YC: Que motivação levou ao surgimento da CBDL e qual a sua missão?

Fábio Arcuri: A criação da CBDL foi uma iniciativa da indústria diagnóstica então implantada no brasil. Na época da criação da CBDL o mercado ainda sofria restrições de importação e alta inflação. A organização do setor fazia-se então necessária.

• Incorporação e acesso de novas tecnologias
• Regulatório – manter um relacionamento estreito junto ao setor regulador e efetivamente propor melhorias nos processos
• Ética – promover um ambiente de negócios profícuo para os associados sob um ambiente de equilíbrio econômico
• Manter uma agenda atualizada em concordância com as necessidades dos associados

YC: Atualmente quais são as principais frentes de trabalho que a CBDL vem desenvolvendo no intuito de contribuir com a melhoria do sistema de saúde, dentre elas a evolução do ambiente regulatório (ANVISA)?

Os grupos de trabalho representam as áreas em que focamos a nossa agenda.
Grupos de Trabalho:

• Regulatório
• Ética/Complaince
• Tributário
• POC
• Logística
• Pesquisa

Com os seguintes objetivos:

1. Promover Sustentabilidade do Mercado Laboratorial com Garantia de Valor
• Custo/reembolso
• Tributos
• Tecnologia – Inovação

2. Prover dados e informações de mercado confiáveis e sustentáveis

3. Fomentar a convergência regulatória

4. Assegurar e Propagar Boas Práticas de Negócios
• Complaince

YC: A CBDL dará continuidade às comemorações através de um encontro no dia 30/03 para abordar “O Papel e o Futuro do Diagnóstico na Saúde Suplementar – Tendências”. Conte-nos sobre sua expectativa para esse evento.

Fábio Arcuri: o objetivo deste evento é construir propostas que, de fato, possam suportar a sustentabilidade do setor. A expectativa é uma discussão que possa indicar quais os caminhos que o setor deve percorrer, através de olhar crítico com vistas ao futuro, para que seja sustentável e acessível a mais brasileiros.

YC: No próximo dia 30 de março, entre 8h30 e 11h, na sede do Grupo Fleury (Av. General Valdomiro de Lima, 508 – Jabaquara, São Paulo, SP), haverá o debate “O Papel e o Futuro do Diagnóstico na Saúde Suplementar – Tendências”. Como as inscrições podem ser feitas?

Fábio Arcuri: Não há um portal, ou central de atendimento. Entretanto, é recomendável que comuniquem sua participação no e-mail cbdl@cbdl.org.br para facilitar a entrada no local.

Segue a programação do evento:
• 8h30 / 9h00 – WelcomeCoffee / Registro
• 9h00 / 9h10 – Abertura – Fábio Arcuri, Presidente da CBDL
• 9h10 / 10h30 – Mesa Redonda – Sustentabilidade para o Setor – como lidar com desafios como Incorporação Tecnológica, Reembolso e IT (Saúde 4.0)
Chair: Gonzalo Vecina Neto, Faculdade de Saúde Pública da USP

Palestrantes:
Gustavo Campana, DAS
Guilherme Collares, Hermes Pardini
Jeane Tsutsui, Grupo Fleury
Leandro Figueira, Grupo Alliar

• 10h30 / 11h00 – O Papel das Novas Tecnologias na Saúde Suplementar
Palestrante: Claudio Taffla
• 11h00 / 11h15 – Encerramento (apresentação da pesquisa de mercado CBDL 2016)

YC: Em sua opinião, como a You Care pode contribuir com os desafios da indústria em tornar as novas tecnologias disponíveis para os pacientes levando em consideração os desafios socioeconômicos.

Fábio Arcuri: É muito importante que os atores envolvidos no processo possam trabalhar em conjunto a buscar uma solução viável ao setor, que no curto prazo sofrerá ainda mais pressão sobre seus balanços.
Seja como fornecedor, pagador e prestador temos obrigação de sentarmos à mesa para discutirmos o futuro do setor. Neste sentido, a You Care poderia ser um agente que facilite a convergência dos pilares deste setor.

Sobre Fábio Arcuri.
É o Diretor Comercial do Grupo de Negócios de Especialidades Diagnósticas para o Brasil na Thermo Fisher Scientific. Trabalha no setor há 30 anos. Foi associado fundador e é o atual Presidente da CBDL. É graduado em Ciência Farmacêutica pela Universidade de São Paulo e possui Pós Graduação em Economia de Empresas – FAAP & MBA International Executive – FIA – Business School.

MFE_7766

  • 21 Mar, 2017
  • 6 Tags
  • 0 Comentários
COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *